full
color
#d9d9d9
http://www.apgico.pt/sites/ipei/wp/wp-content/themes/smartbox-installable/
http://www.apgico.pt/sites/ipei/
#F15A23
style2

SOBRE A APGICO


A Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação - APGICO, fundada em 2007, destina-se a desenvolver, divulgar e promover conhecimentos e experiências na área da gestão da criatividade e da inovação organizacional, ajudando a criar condições para a competitividade das empresas e eficácia das organizações. Apresentação da APGICO
Para mais informações:
(+351) 289 093 327

PROJETOS

Página destinada a cada uma das sessões que se vão realizar.

Este seminário, dedicado ao tema do marketing, decorreu no passado dia 13, na Sala de Atos da Faculdade de Economia, com a presença dos responsáveis pela Associação Existir, Nelson Ferreira, e do Instituto D. Francisco Gomes (Casa dos Rapazes), António Barão, bem como de especialistas como Gonçalo Rodrigues, da “Made in Portugal” e Nídia Cavaco, da Câmara Municipal de Faro.

 

A iniciativa teve ainda a participação de empreendedores convidados, como Pedro Bartilotti (Os Artistas), Rita Severino (Sardinha Fresh Souvenirs), Carlos Marques (Big Idea) e Alex Barcia (Comunidade Estrangeira), bem como de inúmeros dirigentes associativos e autárquicos, empresários, docentes universitários e outros interessados no desenvolvimento de projetos sociais.

 

A sessão constou, numa primeira parte, de sugerir vários projetos de caráter social, no âmbito do marketing, que pudessem ser levados a cabo pelas associações convidadas e, numa segunda parte, de especificar os conteúdos dos projetos escolhidos pelos dirigentes associativos, bem como de sugerir a constituição de equipas que tratarão, em data a definir, de estruturar esses projetos.

 

Este programa de seminários, sob a designação genérica de “Incubadoras de Projetos Empresariais para a Inclusão”, patrocinado pelo POAT/FSE, será concretizado em vários locais do país e abordará temas que promovam o encontro entre dirigentes associativos, empresários, entidades públicas, académicos, estudantes e demais interessados, com a finalidade de colaborar na construção de projetos suscetíveis de conduzir a novos produtos, serviços e empresas, na área social.

AVALIAÇÃO

De um modo geral, as avaliações dos participantes no seminário de Faro, da IPEI dizem-nos que acharam bastante interessante e que foi bastante útil para a troca de contatos entre participantes e convidados.

Cartaz do Evento

O que é que gostou mais?

- Do formato da iniciativa, sala pequena com entidades com projetos, peritos/exemplos de boas práticas nacionais e potenciais stakeholders, com uma parte de apresentação e outra de mesa de trabalho.

– Da primeira metade da primeira parte por ter sentido que estavam criadas as condições ideais para a criação de algo novo. Gostei de me ter sentido parte da sua construção e do efeito motivador que a iminência da descoberta provoca.
- A discussão e troca de ideias.
- Gostei da interação que se gerou e a contribuição de um marketeer tão experiente foi uma grande mais-valia.

 

O que é que gostou menos?

- Eventualmente a duração. Para os objetivos da sessão, a duração deveria ter sido de um dia inteiro.
- Da dispersão causada pela apresentação forçada de projetos de instituições não convidadas e que nada acrescentaram á temática contribuindo para a perda de foco das análises.
- Não houve constituição de um grupo de trabalho conforme falado;, deixa a impressão de que se fará em grupo fechado.

 

O que poderíamos nós, no futuro, fazer para melhorar estes seminários?

- Explicar melhor o conceito e o tema na divulgação do seminário.
- Já trazer problemas identificados (situações transversais a outras IPSS) para que a discussão seja mais direcionada.
- Replicar o formato com projetos de outras instituições locais e outros exemplos de boas práticas nacionais e internacionais.

 

Sugestões de temas para futuras incubadoras de projetos?

- Comércio justo.
- O tema da Responsabilidade Social das Empresas.

 

RESULTADOS

Esta segunda edição foi dedicada ao tema geral – Construção de projetos Empresariais para a Inclusão – e decorreu entre as 14 e as 18 horas do dia 27, no Anfiteatro BES/ ISEG- Escola Superior de Economia e Gestão de Lisboa – , com a presença dos responsáveis do Projeto “REMIX”, Ângelo Compota, e da Made in Portugal, Gonçalo Rodrigues, bem como de especialistas como João Menezes, Cordenador do GABIP/ CML e Pedro Calado do Programa “Escolhas” e ACIDI.

 

São também convidados vários empreendedores, como Bernardo D’Orey da Redzebra, Susana António (Designer Social), Cláudia Pedra da Stone Soup e Catarina Maciel da Agência de Empreendedores Sociais.

 

A sessão teve duas partes, em que, na primeira, foram sugeridos vários projetos de caráter Empresarial, no âmbito da Inclusão Social, que possam ser levados a cabo pelas associações convidadas e, numa segunda parte, foram especificados os conteúdos dos projetos escolhidos pelos dirigentes associativos e a constituição das equipas que tratarão, em datas já definidas, de estruturar esses projetos.

 

Este programa de seminários, sob a designação genérica de “Incubadoras de Projetos Empresariais para a Inclusão”, é patrocinado pelo POAT/FSE e será concretizado em vários locais do País, abordando temas que promovam o encontro entre dirigentes associativos, empresários, entidades públicas, académicos, estudantes e demais interessados, com a finalidade de construir novos projetos, produtos, serviços e empresas, na área social.

AVALIAÇÃO

Confira aqui as avaliações dos participantes no seminário de Lisboa.

Cartaz do Evento

O que é que gostou mais?

- Organização e forma de condução dos trabalhos
- Da estrutura, da forma e da gestão do tempo
- Do contato com a realidade dos projetos e da participação dos presentes
- Metodologia- trabalhar a ideia. Da ideia ao negócio
- O envolvimento e a partilha. No final ter sido criado um plano de ação – Ideias concretas
- Da troca franca de ideias
- Da apresentação feita aos projetos, em especial do REMIX
- Conhecer projetos sociais Inovadores
- Reflexão sobre projetos especificos
- Da abertura dos projetos, da humildade para pedir ajuda e contactos
- Intervenções entusiastas de pessoas conhecedoras
- Foco em 2 projetos
- A Importância da aprendizagem que se pode retirar e o networking

 

O que é que gostou menos?

- De não ter correspondido ao tema anunciado
- Apresentação dos projetos pouco clara
- Falta do elemento visual que acompanhasse as exposições orais
- Pouca interatividade com o publico
- Falta de conhecimentos dos projetos no inicio da sessão
- Organização dos temas com pouca abertura
- O “corte” da palavra em intervenções muito interessantes
- A formalidade do Seminário

 

 

 

Sugestões de temas para futuras incubadoras de projetos?

- Sustentabilidade e relação social
- Inovação Social
- Branding de projetos de inclusão Social
- Negocios sociais tecnologicos
- Como criar uma startup. Da ideia à prática

 

O que poderíamos nós, no futuro, fazer para melhorar estes seminários?

- Local mais intimista
- Estruturar melhor os projetos
- Envio da informação do seminário deve ser mais clara e objetiva (alguns apontamentos sobre os projetos. Convidar microempresas para comentar os projetos.
- Melhorar a base de dados dos contatos a convidar para estarem presentes nas sessões
- Suporte visual dos projetos. Apresentação da metodologia de trabalho para desenvolvimento dos projetos
- Apresentação escrita, curta, dos especialistas no inicio das sessões
- Definir e divulgar melhor o intuito deste tipo de seminários

RESULTADOS

A Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação (APGICO), em colaboração com a Câmara Municipal de Oeiras, levou a efeito, no passado dia 25, no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras, a terceira edição de seminários do projeto IPEI- Incubadora de Projetos Empresariais para a Inclusão – com a finalidade de desenvolver novos projetos sociais, desta vez no Concelho de Oeiras.

Foi constituído um painel de dirigentes associativos, interessados em desenvolver novos projetos, com Assunção Fernandes, da ASSOMADA, e Bruno Cardoso, da AJUDE, e um painel de promotores, igualmente interessados em apoiar o desenvolvimento de projetos no Concelho, com António Moita, presidente da OEIRAS INVEST, e o Vereador Ângelo Pereira. O conjunto de convidados foi completado com empreendedores sociais de renome, como Vera Abrantes, Frederico Costa (SEAgency), Tiago Alves (Yourself Clinic) e Gonçalo Rodrigues (Closer Consulting). A sessão foi aberta ao público interessado, que compareceu em grande número.

Na primeira parte da sessão foram sugeridos vários projetos de caráter social, que pudessem ser levados a cabo pelas associações convidadas. Na segunda parte, tendo a Assomada escolhido a formação superior das atletas e a Ajude a construção de um horto biológico num centro comercial, tratou-se de especificar os conteúdos dos projetos escolhidos, bem como de sugerir a constituição de equipas que tratarão, em datas já estabelecidas pelas associações, de estruturar esses projetos.

A avaliação feita pelos participantes foi altamente positiva, quer sobre a forma de estruturar os projetos, quer pelas ideias de novos projetos, sugeridas durante a sessão e partilhadas com os convidados, durante o intervalo e após o seminário.

Este programa de seminários, sob a designação genérica de “Incubadoras de Projetos Empresariais para a Inclusão”, patrocinado pelo POAT/FSE, será concretizado em vários locais do país e abordará temas que promovam o encontro entre dirigentes associativos, empresários, entidades públicas, académicos, estudantes e demais interessados, com a finalidade de colaborar na construção de projetos suscetíveis de conduzir a novos produtos, serviços e empresas, na área social.

Cartaz do Evento

A Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação (APGICO), em associação com o CIEO/UAlg, promove o seminário do projeto IPEI- Incubadora de Projetos Empresariais para a Inclusão, com a finalidade de desenvolver novos projetos sobre o desperdício alimentar no distrito de Faro.

 

A sessão será aberta ao público e terá lugar dia 22 de Novembro, das 09h às 13h, na Sala de Atos da faculdade de Economia, da Universidade do Algarve (Campus de Gambelas).

Cartaz do Evento

A Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação (APGICO), em associação com as Câmaras Municipais de Faro e Loulé, o CIEO/UAlg, a ESGHT e a ESEC, promove o seminário do projeto IPEI- Incubadora de Projetos Empresariais para a Inclusão, com a finalidade de desenvolver novos projetos sociais para os concelhos de Faro e Loulé.

 

A sessão será aberta ao público e terá lugar dia 6 de Dezembro, das 09h às 13h, no Auditório 0.6 do Complexo Pedagógico do Campus da Penha da Universidade do Algarve.

AVALIAÇÃO

Confira aqui as avaliações dos participantes neste seminário.

- Falta de tempo
- Início confuso
- As redes e os contatos foi o aspeto mais frutuoso da sessão
- O seminário devia ser aplicado à prática da licenciatura
- A metodologia e o desafio são positivos e deveriam ter continuidade
- O curso de educação social estava menos representado na sala. Faltaram os mais interessados na área
- Devia ter havido tempo para olhar mais detalhadamente para o objetivo concreto
- Devia haver maior interação entre as entidades de Faro e a universidade
- Conseguiu-se uma boa interseção entre as duas áreas (RH e Educação Social)

Cartaz do Evento

default
Loading posts...
link_magnifier
#6E787E
on
fadeInUp
loading
#6E787E
off